terça-feira, 9 de junho de 2015

A vida é muito curta para faltarmos no ballet

por Dryelle Almeida


Esse texto é para você se lembrar dele sempre que der aquela preguiçinhaaaaaa de ir pro ballet!

Sim, eu sei que às vezes dá muita vontade de faltar, de ficar em casa, seja para dormir, para descansar, para ficar na internet, ou seja lá para fazer o que! O problema é que este dia que a gente não pode fazer falta pra gente lá na frente.

O ballet, como todas as danças, é prática. Quanto mais você faz e repete, mais você alcança técnica necessária para fazer os passos. Logo, você não deve faltar às aulas porque:
- Atrapalha suas amigas, principalmente se estiver tendo ensaio.
- Atrapalha seu professor, que precisará, muitas vezes, explicar coisas repetidas, voltar atrás na aula, sendo que o ideal é sempre avançar, mesmo que aos poucos.
- Atrapalha você mesmo, é um dia a menos de ballet. Ainda mais quando a pessoa faz aula uma ou duas vezes por semana! A falta fica ainda mais grave, pois ficará muito tempo sem fazer nada.
- Quando precisar realmente faltar, já ter faltado um dia em vão.

Eu gosto sempre de fazer as contas:
Enquanto você faz 1 hora aula por semana, tem gente fazendo 1 hora aula dia, por exemplo, porque tem gente que faz mais, no final de uma semana você terá 1 hora aula e essa pessoa do exemplo terá 5 horas aula.

Com o tempo essa diferença ficará cada vez maior, portanto, vá às aulas. Falte quando precisar de verdade. Estiver passando mal, ou com algum problema de família, trabalho, mais sérios. No mais, compareça! 



A vida é muito curta para faltarmos no ballet

Beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário